Apresenta

O Afrokubano. A Festa com Outro Sotaque

SEXTA, 01 de Dezembro, 18H30

Local: Jazz nos Fundos

Ingresso Promocional: R$ 20,00* 

*Chegue ate as 19h30 para assistir o documentário Cuba Jazz*

O Afrokubano desembarca pela 6ª vez em São Paulo para mais uma festa com influências da cultura africana reunindo músicos cubanos e brasileiros, cinema, artes plásticas e gastronomia. 

Aperte o Play! 

Programação
18h30
– Abertura da Casa

Piso Havana – Terraço (1º andar)
– Exposição Alexis Flores
– Licores “La Reina” confeccionados pela mão da cantora Marina de la Riva
– Venda de livros, Cds e Charutos Cubanos
– 21h00 – Show: Yannick Delass

Piso Santiago de Cuba – Sala Jazz nos Fundos (subsolo)
– 19h00 – Projeção do Filme Cuba Jazz (seção limitada a capacidade do local) 
– 1h30 – Festa Montuno Adentro com Dj Mauricio Bade

Piso São Paulo – Sala Autor (térreo)
– 22h30 – Show: Batanga & Cia
– 00h00 – Show: Agô: Cantos Sagrados de Brasil e Cuba

Edição Anterior

Sobre os Artistas

Documentario Cuba Jazz

Documentário que narra, a través de shows, cenas da vida cotidiana e depoimentos de cubanos ligados ao jazz, da cidade de Havana, o arranjo cultural da ilha de Cuba, que vive praticamente isolada/bloqueada há mais de 50 anos. Usando o jazz como metáfora da vida sem bloqueios geopolíticos, se colhem testemunhos sobre as formas de diálogo, escuta, intercâmbio, mistura, resistência e improvisação, que afirmam a arte como filosofia da liberdade. Dirigido por Max Alvim e Mauro di Deus, documentário brasileiro apresenta uma nova geração de artistas na ilha onde a música é uma expressão dos modos de vida e da cultura local.

Projeção: 19h00

Alexis Flores Perez (Artes Plásticas)

Cubano de nascimento e brasileiro por opção desde 1995, é um profissional da imagem.
Artista plástico de formação, Alexis de Jesús, têm desenvolvido em suas obras temas afro cubanos e relacionados a mitos e lendas que o inspiram. A pintura de temas cotidianos também tem ganhado muita expressividade através de suas telas, a partir de um poderoso olhar crítico do artista sobre a realidade que o cerca. Além da exposição, Alexis faz performances ao vivo durante a festa.

Yannick Delass

Compositor, cantor e guitarrista original de República Democrática do Congo. Sua música se caracteriza pelo requinte e frescor que transitam pelo blues, Jazz, Afrobeat, funk, reggae e rumba congolesa, ao mesmo tempo conflui e se entrelaça com voz reluzente e ancestral melódica e rítmica da África contemporânea.

Show: 21h00

Batanga & Cia.

Quinteto de Música Instrumental Cubana, Latin Jazz e World Music. Recria em suas apresentações a atmosfera das descargas (jam sessions) das casas de jazz da Havana dos anos 50 e interpreta composições autorais. O grupo esta apresentando seu novo EPK / Video Clipe

Show: 22h30

www.facebook.com/Batanga-Cia

Agô – Cantos Sagrados de Brasil e Cuba

O projeto mostra as raízes comuns Iorubas de Brasil e Cuba a través de cantos dedicados aos orixás. Uma compilação de ritmos e cantos de “Santeria e Candomblé”. Gravado em novembro de 2001, entre Havana / Cuba e Salvador de Bahía, sob a direção artística de Guga Stroeter, com os ogãns Sapopemba e Valdemar, o violonista e arranjador Dino Barioni, e os tecladistas cubanos Pepe Cisneros e Yaniel Mattos. O CD tem participações do compositor baiano Gerônimo, Teresa Polledo – cantora do grupo folclórico nacional de Cuba – e Carlinhos Brown, que produziu três faixas com o ogân Tata Monalê, as Filhas de Ozaze e Faromí Rose. Em São Paulo o show se apresenta com os cantores Sapopemba e Carol Bezerra.

Show: 00h00

 

Licores “La Reina”

Elixir, sabores sutis e receitas criativas, secretas e artesanais, confeccionados pela mão da cantora Marina de la Riva

www.delareina.com.br

Dj Mauricio Bade (Festa Montuno Adentro)

Dj Bade, aproxima ao Brasil ritmos Afro Latinos e Caribenhos que mostram suas similitudes com a música do norte e nordeste do Brasil, Carimbo, Calypso, Lambada, junto a Rumba, Reggue, Son Montuno, Mambo….., já imaginou!
Percussionista pernambucano; produtor e pesquisador musical, Dj, foi parte da agrupação “Mestre Ambrosio” e atualmente é o percussionista do raper Criolo.

 

A venda no evento:
“Cuba no século XXI: dilemas da revolução”

“Este é o melhor texto sobre Cuba ao alcance do leitor brasileiro na virada dos anos 2017-2018. Leitura obrigatória para quem, frente a Cuba, reage com equilíbrio, sem o reacionarismo anticomunista dos que veneram o capitalismo e o esquerdismo infantil e dogmático de quem considera a Revolução Cubana o paraíso na Terra.” — Frei Betto

 

Tabacaria Consulado do Charuto 

Venda e exposição de Charutos Cubano

https://www.facebook.com/tabacariaconsuladodocharuto/

Informações sobre a casa
www.jazznosfundos.net

Rua Cardeal Arcoverde, 742 – Pinheiros- SP

Veja, comente, compartilhe!