felix-contreras-1-205x300Felix Contreras:

(Pinar del Rio, Cuba 1939)

Poeta, ensaísta, promotor cultural, jornalista e
Pesquisador da música popular e tradicional cubana.

Sua história vasta e rica é cheia de sabedoria. Suas primeiras publicações foram: jornais e revistas nacionais, incluindo: A Barbuda Cayman, Cuba Internacional, Bohemia, Juventud Rebelde, Prensa Latina, Granma Internacional.

Tem publicado: O tempo cara, 1968, alguém tinha que vir de 1972 (com prefácio de Eliseo Diego); Notebook para o nascituro , 1978 (com prefácio de Cintio Vitier) como o seu Coração , 1987; Vida Album , de 2003 e para voce, por você , 2005 (no Uruguai e Brasil).

Na música tem publicado: Porque eles têm Filin , 1991 (sentimento de Cuba sobre a música da década de 40), Gardel e assim é a rosa , 1992 (Argentina), música cubana: uma questão pessoal , de 2001, e Eu conheci o  Benny Moré , 2002 (em Cuba e Porto Rico, Brasil).

Já deu cursos e conferências na Bélgica, Espanha, México, Colômbia. Argentina, Uruguai e Brasil.

Eu Conheci Benny More:

Os cantores cubanos mais populares no Brasil são com certeza Compay Segundo, Ibrahim Ferrer e a turma mostrada em Buena Vista Social Club, de Win Wenders. Porém, chega ao Brasil pela editora Hedra, a biografia de um dos maiores cantores da história de Cuba: Benny Moré. Um fenômeno. E, mesmo que a metáfora brasileira seja forçada, muitos o comparam a uma mistura de Orlando Silva e Pixinguinha ou ainda Tim Maia.

Benny Moré (Bartolomé Maximiliano Moré Gutiérrez, 24 de agosto de 1919 – 19 de fevereiro de 1963), ou Beny, cantor cubano, considerado como o maior cantor popular de todos os tempos. Ele era dotado de uma musicalidade inata e de uma voz com grande expressividade. Moré era um mestre da maioria dos gêneros da música cubana.

O livro é uma coletânea de artigos e depoimentos que mostram como a vida do guajiro de Santa Isabel de las Lajas transformou-se no gênio musical e uma referencia na música cubana contemporânea.

#CUBAVEMATEVOCE
Sábado 31 de Maio as 17hr
Espaço Cultural Serralheria
Rua Guacurus, 857, Lapa – São Paulo

Veja, comente, compartilhe!